ADESTRAMENTO DE CACHORROS

Os métodos antigos de adestramento usavam a punição como forma de evitar um comportamento indesejado. Por exemplo, se o cachorro sai puxando a coleira na frente, ele vai ser sufocado pelo enforcador. Se o cachorro faz xixi no lugar errado, eles batem com jornal enrolado, etc.
Você sabe como é, eles ensinam o cachorro a ter medo de repetir aquele comportamento.
O reforço positivo é o oposto. O conceito é muito simples:
Ao invés de punir seu cão por fazer algo errado, você o recompensa por fazer as coisas certas, usando elogios, carinho e petiscos.
Seu cachorro vai aprender a fazer as coisas certas e vai querer fazê‐las porque ele sabe que são elas que te fazem feliz e daí você o recompensa.
Agora, você precisa ensinar seu cachorro a identificar exatamente quando você aprova alguma coisa que ele fez, e é esse comportamento que você quer que ele aprenda.
Então no exato momento que ele fez o comportamento desejado, você vai comunicar isso a ele usando uma palavra‐comando que o cachorro vai saber identificar, seguido de um elogio e um petisco. Toda vez que ele realizar aquilo que você quiser que ele faça, você elogia e lhe dá um petisco. Assim é o REFORÇO POSITIVO.
Se você quer saber Como Adestrar Cachorro por conta própria, usando o reforço positivo, CLIQUE AQUI.
 
ATENÇÃO
O reforço positivo usando petisco tem que ser regulado! Não saia dando petiscos direto para o seu cachorro por qualquer coisa que ele acerte! Procure utilizar muito mais o carinho e palavras de afeto do que propriamente o petisco!
Use o petisco quando começar a ensinar algo novo, pois o seu cachorro irá prestar mais atenção em você quando tiver com um petisco na mão. Mas assim que perceber que ele já entendeu o comando, comece a trocar a recompensa por carinho e palavras de afeto (“muito bem!” “bom garoto!”…)
Boa sorte!
Um abraço

 

  • Boa noite.
    Minha cadelinha, uma Yorkshire de 17 meses, está me dando uma canseira, pois basta eu sair de casa para ela atacar o tapete higiênico. Ela literalmente o destrói. Passei a colocar pedras para segurá-lo no lugar, mas ela morde ele todo, fica cheio de buracos.
    Ela é bonitinha, dá a patinha, faz o xixi no tapete, mas além de tentar destruí-lo, ao sairmos para passear, já começa a latir na portaria do prédio. Late também quando passeamos de carro ou alguém passa correndo por nós.
    Preciso de ajuda, não sei como resolver esses problemas.

  • bom dia, minha cachorra Pastora alemâo tem nove meses, gostaria de saber se castrar ela , ela vai ficar obesa e nâo teria cancer, pois uns dez meses perdi minha cachorra tbm Pastora com cancer de mama. Qual a sua orientaçâo para mim ,e com quanto tempo devo castrar ela,e isso resolveria ela nâo tem cancer.obgda,

  • Oi boa noite
    Me ajuda por favor!!!
    Estou com um cachorro a 7 meses e acredito que ele seja dominante, porém acho que pode ser porque ele fica de 8 da manhã até as vezes as 20 horas da noite… Então fica muito eufórico, pula, morde, arranha…. E depois não quer ir para fora,ameaça morder e só sai empurrando ele…
    Meu marido quer outro cachorro, uma fêmea para ver se ele fica mais calmo com a companhia…
    Você acha que pode melhorar ele tendo companhia de outro cachorro?
    Obrigada desde já

  • Muito legal essa dica! Já consegui ensinar o local certo do xixi e coco usando o tapetinho higiênico. O petisco realmente facilita muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *