Cachorro com Dor na Coluna: o que pode ser?


“Meu cachorro sente dor quando pego ele no colo”
“Depois que desceu do sofá, meu cachorro ficou ganindo de dor desesperadamente!”
“Meu cachorro parece que está andando com medo, como se estivesse se prevenindo de ter dor”
Talvez você já tenha passado por uma situação como essas que eu citei. É claro, que apenas com estas descrições, não se pode afirmar que um animal tem um problema na coluna, mas estas são algumas descrições de tutores de cães que já apresentaram dor na coluna.
O principal motivo que pode levar ao cachorro a ter dor na coluna como foi citado aqui é a doença do disco vertebral e a principal delas é a hérnia de disco!
Isso mesmo! Seu cachorro também pode ter hérnia de disco… infelizmente…
Se você tem dores na coluna, sabe muito bem como elas são “dolorosas” e até mesmo irritantes, pois volta e meia nos lembra de que ela está ali presente. (DESCUBRA 3 Movimentos Prazerosos que Auxiliam no Alívio das Suas Dores na Coluna. CONFIRA!)
E nos cachorros não é diferente.
Por este motivo, eles também podem ter “crises de coluna” e sair ganindo de dor, é desesperador para quem está vendo…
 
Para se chegar ao diagnóstico de que o seu cachorro com dor na coluna tenha de fato uma hérnia de disco, é necessário fazer exames bem específicos. Mas antes, é claro que ele precisa ser avaliado e examinado por um médico veterinário para que se suspeite realmente de hérnia de disco.
Dentre os exames, a ressonância magnética é o exame principal para este diagnóstico. Mas infelizmente, são pouquíssimos os lugares que possuem este aparelho no Brasil.
Outro exame mais comum de se conseguir fazer é a radiografia com contraste (mielografia). Ela também apresenta alguns pontos negativos, mas para se conseguir fechar o diagnóstico precisamente, ela é importante.
A tomografia computadorizada também é outro tipo de exame de imagem que consegue identificar com precisão o local da lesão, mas também não é em toda cidade que ela está presente.
Como eu posso prevenir que o meu cachorro tenha dor na coluna?
Algumas raças possuem características próprias que, infelizmente, facilitam que eles apresentem hérnia de disco.
A principal raça da lista é o Dachshund, também conhecido popularmente como “salsicha” ou Basset.  Ele possui o corpo comprido e pernas curtas, o que favorece uma má distribuição do seu peso sobre sua coluna. O resultado disso é exatamente uma maior predisposição a ter hérnia de disco.
Mas não é apenas o Dachshund que tem maior incidência… outras raças como o Poodle, Lhasa Apso, Pequinês, Shih Tzu, também são acometidos com frequência.
Algumas dicas para que você previna esse problema se você tem alguma dessas raças:
1-   Não permita que o seu cachorro pule do sofá ou da cama na hora de descer. Coloque-o no chão.
2-   Ao pegar o seu cachorro, NUNCA pegue-o como uma criança, apenas pelas axilas. Pegue-o de forma que você mantenha o peso dele distribuído nos seus braços.
 
 
3-   Evite piso escorregadio. Caso seu cachorro costume escorregar no chão durante uma brincadeira ou mesmo passeando pela casa, o melhor seria colocar tapetes antiderrapantes ou tapetes comuns mesmo, desde que ele não escorregue mais.
4-   Ao passear com ele na rua, opte sempre pelos peitorais com bastante área de apoio para o corpo.
 
Os tratamentos que são utilizados atualmente para os problemas de hérnia de disco em cães são bastante variados, pois dependem muito de cada caso.
Eles incluem desde acupuntura e fisioterapia, até cirurgia para retirada do disco acometido.
Portanto, para não ter que ver o seu melhor amigo com essas dores na coluna, siga as minhas dicas de prevenção!

 

 

Recomendados Primeiro Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *