COMO DAR BANHO EM CACHORRO?


Aqui você encontrará recomendações para evitar problemas e erros comuns na hora do banho em seu amado cachorro. Estas preciosas dicas servem para auxiliar você com dúvidas sobre o banho do seu cachorro, solucionando o que você pode ou não fazer.
Lembrando que todas as dicas descritas abaixo servem para cães com ou sem problemas dermatológicos, não comprometendo a eficiência dos tratamentos prescritos.

Qual a frequência de banhos que posso realizar em meu cachorro?

Isso depende de alguns fatores. Fatores do seu próprio cachorro (raça, tipo de pele ou presença de problemas dermatológicos), fatores relacionados ao seu estilo de vida ou mesmo a região onde você vive (área urbana ou rural, clima).
 
Um cão saudável é recomendável no máximo uma frequência semanal, podendo ser prolongado este intervalo, em cães (raças) que não têm a necessidade de tantos banhos, como Pastor Alemão, Akita ou Chow Chow.
 
Em cachorros com doença de pele, normalmente é recomendado uma maior frequência de banhos, utilizando muitas vezes produtos terapêuticos apropriados (sabonetes, xampus ou loções) para controlar ou tratar algum agravo.

Dou banho no meu cachorro com água fria ou água quente?

O ideal é evitar que água do banho esteja em temperaturas extremas, muito quente ou muito fria. Lembre-se que o banho deve ser um momento calmo e relaxante para seu cão, um banho “mormo” pode ser uma boa solução para evitar sustos e problemas.
 

Como proteger os ouvidos do meu cachorro no banho?

Utilize sempre chumaços de algodão em cada ouvido do seu cão, é a melhor maneira de protegê-los contra água ou produtos que possam causar irritações. Mas lembre-se de retirá-los após o banho!!!

Quais produtos posso usar no banho do meu cachorro?

Utilizar produtos adequados, de preferência os indicados para uso em cães, são essenciais para não interferir na qualidade da pelagem. É contraindicado o uso de produtos humanos ou de limpeza ambiental (sabão de coco ou de lavar roupa), por causar irritações na pele, principalmente em animais sensíveis.
 
Hoje existe uma variedade de produtos (xampus, sabonetes, condicionadores e loções), sendo importante avaliar junto ao seu veterinário qual é o mais indicado para seu animal.

Como devo secar meu cachorro após o banho? 

Após o banho uma pelagem bem seca é muito importante para evitar infecções cutâneas, mau cheiro, além de pêlos feios e quebradiços. O pêlo deve ser primeiramente seco com uma ou duas toalhas, se ainda apresentar alguma umidade em subpêlo, deve-se usar um secador ou soprador. Sempre tomando cuidado com a temperatura usada, evitando ressecamento e queimaduras na pele.
 
Nos cães com dermatopatias devem tomar um cuidado redobrado na secagem e no uso dos secadores, podendo agravar problemas preexistentes.

Dar banho em casa ou no pet shop, o que é melhor?

Depende.
É claro que para o dono, é muito mais prático e fácil levar seu animal para tomar banho em um pet shop. Mas por tudo que já aconteceu e acontece nestes locais, o ideal é que você procure lugares onde os banhistas e tosadores estejam sendo filmados e/ou trabalhem em locais que sejam tipo uma vitrine. Desta forma, você consegue ver o profissional trabalhando e percebe se ele gosta do que faz, se tem carinho com o animal e se faz o serviço bem feito. Procure conversar com outros donos de cachorro que levam seus animais para dar banho nestes locais e pergunte a opinião deles sobre o local e os profissionais. Portanto, para banhos normais, a opção da pet shop pode ser boa, desde que você fique atento as observações anteriores. Prefira sempre dar os banhos terapêuticos em casa.
 
Dar banho em casa é uma tarefa que vai te ocupar um tempo e muitas das vezes paciência. Mas você tem a certeza de que seu cachorro não estará sendo maltratado, estará tranquilo (na maioria das vezes), pois afinal de contas é você que está dando banho nele e se você for uma pessoa cuidadosa, tomará todos os cuidados para que o banho não traga complicações para o seu cachorro (como otites e doenças de pele por conta de excesso de umidade e alergia a produtos). Por outro lado, apesar do trabalho, o momento do banho para muita gente é bem divertido e, além disso, pode te ajudar a perceber alterações no seu animal.

Descobrindo doenças no banho.

O banho é o momento ideal para você inspecionar seu cachorro. Facilmente podemos identificar a presença de pulgas ou carrapatos, até mesmo podemos descobrir precocemente o desenvolvimento de algumas doenças. Sendo o momento de apalpá-lo, passar a mão nas patas, mamas (procurar por nódulo ou tumores de mama), avaliar ouvidos e boca para ver se tem algo errado.
Texto: Mv.MSc. Raphael Rocha – Dermatologista e Alergologista Veterinário

 

Recomendados Primeiro Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *