Como dessensibilizar o cachorro com medo de fogos de artifício?


É normal cachorro com medo de fogos de artifício, afinal de contas, a audição deles é muito mais aguçada que a nossa. E para ajuda-los a superar esse medo, existe uma técnica muito utilizada pelos médicos veterinários especialistas em comportamento animal e também por adestradores, que é a dessensibilização.

 

Mas antes de qualquer coisa, é fundamental que você saiba que esta técnica deve ser utilizada com bastante tempo ANTES do momento dos fogos começarem e eu quero dizer dias a meses, dependendo de cada caso.

 

Então, se você está lendo este artigo querendo dicas para te ajudar rapidamente, de forma a amenizar o sofrimento do seu cachorro com medo de fogos de artifício, você pode ler este outro artigo, 9 Dicas Valiosas Para Ajudar o Seu Cão com Medo de Fogos!

O que significa dessensibilizar um cachorro?

 

Dessensibilizar nada mais é do que deixar o cachorro menos sensível (come menos medo) a uma determinada situação, que aqui neste caso é ao medo de fogos de artifícios.

 

A dessensibilização quando bem feita, pode resolver de uma vez por todos o problema do seu animal. Se ele for extremamente sensível a barulhos, o ideal é que você procure a ajuda de um médico veterinário especializado em comportamento animal ou de um adestrador que saiba esta técnica.

 

Como dessensibilizar o cachorro com medo de fogos de artifício?

 

De uma forma bem básica, consiste em você apresentar o barulho que incomoda o cachorro de forma muito gradual e associado a situações prazerosas para ele.

 

Existem alguns CDs que são vendidos com sons de trovão e fogos de artifício, justamente para ser usado neste treinamento. Mas não se preocupe, eu já fiz isso para você!

 

No vídeo abaixo tem 30 minutos de sons de fogos de artifício para você deixar tocando enquanto vai fazendo o processo de dessensibilização no seu cachorro.

 

Como começar o processo de dessensibilização do seu cachorro?

 

Primeiro de tudo e mais importante!

 

No primeiro momento o som deve ser colocado num volume muito baixo, de forma que você quase não consiga escutar.

 

Lembre-se que o seu cachorro tem a audição muito melhor que a sua!

 

Traga petiscos saudáveis que ele goste muito para este treinamento. Os petiscos devem ser oferecidos sempre em pedaços bem pequenos, como o tamanho de uma ervilha ou menor!

 

A questão fundamental aqui é:

 

Só recompense o seu cachorro com os petiscos se ele se apresentar calmo e confortável diante aquele barulho.

 

Se você recompensar o seu cachorro quando ele estiver com medo, ele vai entender que se ele está com medo, ele ganha um petisco… então o que você acha que o seu cachorro vai querer fazer a partir de agora? Então muito cuidado nesta etapa, ok?!

 

Brinque com ele também! Afinal de contas, dar atenção e brincar com seu cachorro também são forma de recompensá-lo.

 

Caso você ligue o som com os fogos e perceba que o seu cachorro ficou com medo, se escondeu embaixo da cama ou simplesmente se enfiou entre as suas pernas, significa que você deve abaixar mais ainda o som, pois está incomodando.

Lembre-se que neste treino, não adianta você já submetê-lo ao estresse do barulho… isso tem que ser muito gradual e sempre associado a coisas positivas.

 

Passado o primeiro passo, que é ligar o vídeo acima com o som bemmm baixo e ir brincar com o seu cachorro e recompensá-lo com petiscos caso ele esteja tranquilo, você pode aumentar um pouco o som do vídeo.

 

Aqui é muito importante que você fique atento aos sinais de desconforto que o seu cachorro pode apresentar, como tremores, aumento na salivação, inquietação… são sinais às vezes sutis, mas que já reportam para nós que o cão não está confortável.

 

Esse treinamento deve ser feito cerca de 15 a 30 minutos, duas vezes por dia.

 

Cada etapa deve ser concluída sem pressa, no tempo do seu cachorro. Se no primeiro dia você começou com o som no volume 2, por exemplo, e ele ficou numa boa, no dia seguinte, coloque no volume 3 e veja como ele vai ficar.

 

Se ele continuar numa boa, no dia seguinte coloque no volume 4 e por ai vai.

 

Muito importante! Se você perceber que ele no volume seguinte começou a apresentar os sinais de desconforto, retorne para o volume anterior e fique mais alguns dias deste volume.

 

Ele ainda não estava preparado para mudar… por isso que esse treinamento pode durar dias até meses, dependendo de cada animal e do tempo dedicado ao treinamento.

Como já disse no início deste artigo, caso você precise de ajuda imediata, pois não vai ter tempo para fazer o processo de dessensibilização agora, leia este meu outro artigo que vai te ajudar! 9 Dicas Valiosas Para Ajudar o Seu Cão com Medo de Fogos!

 

Texto: Dr. Alexandre Figueiredo

Recomendados Primeiro Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *