NUNCA DÊ CHOCOLATE PARA O SEU CACHORRO!


Faz mal cachorro comer chocolate?
Posso dar chocolate para o meu cachorro?
O que faz o chocolate ser tóxico para os cachorros?
Chocolate branco também faz mal?
Meu cachorro comeu uma barra de chocolate, e agora? Resolvi escrever este artigo nessa época por conta da proximidade da páscoa e o perigo que “ela” trás para os cachorros.
Você provavelmente já ouviu falar que chocolate faz mal para cachorros e pode até matá-los, assim como já ouviu falar de várias coisas, mas nem por isso você acredita, certo? Então, eu vou te mostrar que pelo menos nessa você terá que acreditar, pois é um médico veterinário que está falando (ou melhor, escrevendo).

Mas o que há de mal em eu dar um pouco de chocolate para o meu cachorro?

Nem tudo o que a gente come, os cachorros também podem ou devem comer. Afinal de contas, temos organismos diferentes e por isso cada um reage de uma maneira a um determinado alimento. Alguns cachorros chegam a comer o seu próprio coco, num distúrbio de comportamento chamado de coprofagia, mas nem por isso ele passa mal. Mas você já experimentou fazer o mesmo? Claro que não! Mas se isso acontecesse, com certeza você iria passar muito mal. Em compensação, no caso do chocolate é ao contrário. Os cachorros não conseguem digerir a Teobromina e sua concentração vai se acumulando e leva a intoxicação.

Eu vou listar alguns dos principais motivos para que você não dê nenhum chocolate para o seu cachorro e explicá-los em seguida.
 
1)           Tem muita gordura
2)           Tem cafeína
3)           Tem muita Teobromina (presente no cacau)
A gordura presente no chocolate é proveniente do leite e aqueles animais que têm intolerância à lactose, podem desenvolver diarreia mesmo com pequenas quantidades de chocolate. Em casos de maior consumo, pode levar à gastrite, pancreatite e à gastroenterite.
A cafeína, mesmo presente em baixa concentração, também é tóxica para o cachorro, podendo levar a efeitos como estimulação do sistema nervoso central (excitabilidade e tremores) e coração (taquicardias e arritmias).

Tá legal… mas eu nem sei o que é Teobromina. Por que não posso dar isso para o meu cachorro?

O principal causador do problema para o cachorro é a Teobromina. Este derivado do cacau está presente em quantidades altas no chocolate. Ela é rapidamente absorvida após a ingestão e em pouco tempo o animal já começa a apresentar alguns sintomas, chegando ao seu auge após 6 a 12 horas.
Os graus de intoxicação podem variar, desde uma discreta diarreia, até o coma seguido de morte! Isto está diretamente relacionado com:
a)           a quantidade de chocolate ingerida;
b)           o tipo de chocolate;
c)            o peso do cachorro;
d)           a individualidade de cada cachorro.
De acordo com a literatura, um cachorro precisaria ingerir de 100 a 150 gramas de chocolate por quilo de peso para ser intoxicado gravemente. Entretanto, com apenas um pouco mais da metade desta quantidade, já pode apresentar sintomas de:
– taquicardia;
– excitação;
– distensão abdominal;
– espasmos musculares;
– diarreia;
– aumento no consumo de água (polidipsia);
– vômitos;
– febre.
Nos casos graves, o cachorro pode apresentar sintomas neurológicos como dificuldade de coordenação motora, excitabilidade e, em casos mais graves, convulsões.
Por exemplo, se um cachorro de 2 quilos comer uma barra de chocolate de 120 gramas, já existe risco de levá-lo a morte! Agora, se um cachorro de 35 quilos comer a mesma barra de chocolate, ele pode apresentar excitação, diarreia e/ou vômito, mas dificilmente terá maiores complicações.

Mas por que o tipo de chocolate influencia no grau de intoxicação?

Como já disse anteriormente, a intoxicação se dá principalmente pela Teobromina e a sua concentração varia de acordo com a quantidade de cacau presente no chocolate. Portanto:
à CHOCOLATE BRANCO: é o menos tóxico, pois apresenta quantidades muito pequenas de cacau. Entretanto, ele é o que apresenta o maior teor de gordura e açúcar.
à CHOCOLATE AO LEITE: apresenta uma quantidade de cacau mais elevada que o chocolate branco, cada 100 gramas apresentam 154 miligramas de Teobromina. Para um cachorro com 6 quilos, a dose fatal é de 350 gramas (duas barras grandes de chocolate). Este tipo de chocolate normalmente apresenta cerca de 25% de cacau.
àCHOCOLATE MEIO AMARGO: cada 100 gramas apresentam 528 miligramas de Teobromina. Para o mesmo cachorro de 6 quilos, basta apenas um chocolate de 110 gramas para levá-lo a morte! Este tipo de chocolate apresenta no mínimo 35% de cacau.
Muito cuidado com chocolates amargos, que apresentam concentrações de cacau de 50% e por vezes até 70%! Esses são os MAIS PERIGOSOS! Pois basta um pequeno pedaço para um cão de 6 quilos poder ir a óbito!
O peso e a própria individualidade de cada cachorro também vai influenciar no grau de intoxicação pelo chocolate. Cachorros de grande porte precisarão comer uma quantidade maior de chocolate para alcançarem a dose fatal. Entretanto, cachorros de raças consideradas mini, podem se intoxicar facilmente comendo apenas uma pequena barra.
Por estes motivos, nunca dê chocolate para o seu cachorro!

Mas eu sei que existe um chocolate específico para cachorro que não faz mal. Posso dar este?

Esses “chocolates” para cachorro, na verdade apenas apresentam o cheiro parecido com chocolate, mas não contém cacau. Logo, não há perigo de intoxicação com este petisco. Entretanto, se você der um petisco que tem o cheiro muito igual de um chocolate, qual é a chance do seu cachorro querer um chocolate de verdade? Muitos cachorros acabam comendo os chocolates por “roubarem” escondidos de uma cesta de páscoa ou até mesmo aqueles ovinhos que os pais costumam esconder para as crianças acharem. Algumas das vezes os cachorros é que vão encontrar e acabar comendo. Neste momento ele tem maior chance de se intoxicar gravemente, pois irá comer escondido quantidades maiores. Portanto, evitem dar também esses petiscos de “chocolate pra cachorro”, para que o seu cão não se torne um “cachocólatra” e tenha interesse em procurar novas fontes.
Lembre-se de deixar todos os chocolates em locais onde o seu cachorro não consiga pegar.

Meu cachorro comeu uma barra de chocolate, e agora?


Se você vir o seu cachorro comendo uma barra ou ovo de chocolate, lembre-se do que já escrevi até aqui. Dependendo do peso do seu cachorro, do tipo de chocolate e da quantidade, ele pode estar correndo risco de ser gravemente intoxicado.
Felizmente, mortes de cachorro por consumo de chocolate são raras, pois é necessário que o animal como uma quantidade bem razoável para que isso ocorra. Entretanto, as complicações de uma intoxicação por consumo de chocolate podem agravar um paciente já com algum tipo de doença, como os animais cardiopatas ou diabéticos. Logo estes têm um risco muito maior.
Por via das dúvidas, leve logo o seu cachorro a um médico veterinário de sua confiança e explique o que aconteceu.

 

Texto: Dr. AlexandreFigueiredo



Recomendados Primeiro Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *