Raça Lhasa Apso : Tudo o que Você Precisa Saber


5.0
01

A raça Lhasa Apso é tido como um símbolo da sorte em seu país de origem, o Tibet.

É um cão feliz, bonito, brincalhão ao mesmo tempo que guarda seus tutores e seu lar.

O jeito de filhote permanece um bom tempo, mas é sempre esperto e companheiro.

Raça Lhasa Apso: Origem

Ele veio do Tibet e é considerado um dos cães mais antigos do mundo. Considerado sagrado, vivia em conventos e monastérios de monges tibetanos.

O nome Apso se deve ao pelo, que lembra o pelo da cabra Tibetana. Apso, significa cabra.

Aliás, a grossa camada de pelo é plenamente justificável devido aos climas extremos que são ou muito quente ou muito frio no Tibet..

A raça Lhasa Apso, é decorrente da cidade sagrada de Lhasa. Por muito tempo foi criado exclusivamente pelos monges e nobres para ser um cão protetor, de guarda, por mais estranho que isso possa parecer para nós atualmente.

Na sua terra natal ele é conhecido como Abso Seng Kye, que significa algo como Cão Leão Sentinela que Ladra.

Era quase impossível conseguir um Lhasa Apso por volta do ano de 800 a.C. , ano estimado de sua origem. Além de ser o que trazia sorte, ele pertencia aos mosteiros aos nobres, somente.

Acreditava-se que quando o seu dono/tutor morria, sua alma entrava no corpo do seu Lhasa Apso.

Eles não podiam deixar o país, não tinham autorização. Exceto quando foram oferecidos como presentes para o Dalai Lama. 

Anos e anos depois, em 1933, o naturalista Suydam Cutting estava na cidade de Lhasa quando ganhou de presente do Dalai Lama, da época dois Lhasas. Ele os levou então para os Estados Unidos inciando assim a primeira criação fora do Tibet.

Na América do Norte então, a raça foi reconhecida pelo AKC dois anos depois, em 1935. Daí em diante, a raça foi ganhando espaço mundo afora e hoje é uma das raças mais queridas do mundo.

Raça Lhasa Apso: Temperamento, Aptidões e Educação

A raça Lhasa Apso tem uma personalidade muito típica: ao mesmo tempo que interage, brinca e gosta de um carinho, também tem seus momentos de independência e gosta de ter um momento só seu.

Pode parecer indiferente, mas é só aparência. Ele tem o costume de impor sua independência.

Há quem diga que é um gato em corpo de cachorro.

Como foram criados para serem guardiões, podem ser um pouco possessivos com o que consideram importante. Se alguém tocar em seus brinquedos, prato de comida certamente um olhar fulminante e breve rosnar pode aparecer.

A raça Lhasa Apso é, de modo geral, carinhosa com o círculo familiar aonde vivem, mas com estranhos agem com certo distanciamento.

Não é muito adequado para o convívio com crianças pequenas.

Com crianças maiores ele costuma se dar bem, afinal, estas aprendem que não devem invadir o espaço do cão logo na primeira rosnada.

Fato é que a raça Lhasa Apso sempre vai avisar se algo está incomodando. Ele não costuma sair mordendo logo de cara.

E se você costuma receber muitas visitas, saiba que a raça Lhasa Apso não é muito sociável neste aspecto. Ele é mais na dele.

A raça Lhasa Apso não é muito sociável com pessoas que ele não conhece.

Seu latido é o alarme de que algo está diferente (não que seja necessariamente uma ameaça). Ele é um sentinela, afinal, avisa qualquer som ou movimento que ele considere estranho. Pode-se diminuir estes latidos com adestramento, mas não serão totalmente anulados, visto que está no seu DNA.

Quando filhote pode destruir as coisas, mas nada diferente de qualquer outro filhote de outra raça. Por volta de 1 ano de idade o Lhasa Apso já fica mais calmo.

Não é muito agitado. Brinca, corre, mas logo se cansa e vai ficar quieto no seu canto, afinal, ele é acostumado a guardar suas energias e vigiar sempre para estar pronto para qualquer ameaça.

A raça Lhasa Apso é bem inteligente, ocupa o número 68 de cães mais inteligentes do mundo. Aprende rápido, principalmente se treinado desde filhote.

Se dá bem com outros animais contanto que estes não invadam constantemente seu espaço.

Nível moderado de energia, o Lhasa Apso não precisa de muitas atividades para se manter saudável, porém os passeios são indicados para sua saúde física, social e mental.

Dependendo do animal, podem escolher um membro da família para serem mais apegados e dar mais atenção, mas alguns Lhasas se identificam com mais de um membro da casa.

Raça Lhasa Apso: Conselhos Sobre a Raça

O Lhasa Apso se adapta bem em qualquer ambiente. Seja pequeno ou grande, é muito fiel ao seu tutor e o segue para onde for.

Pode ficar muito triste quando o tutor sai ou vai embora, já que é muito apegado. Portanto, não estimule esse hiper-apego, pois poderá lhe fazer muito mal.

Se chega uma pessoa diferente, de início ele fica desconfiado. Mas a medida que sua confiança é conquistada, ele se solta e fica extremamente dócil.

O jeito mais fácil de conquistar um Lhasa Apso é com brincadeiras.

Neste ponto as crianças têm vantagem. O Lhasa Apso gosta de uma bagunça, para seu treinamento petiscos e biscoitinhos são uma boa técnica. Melhor sempre optar por petiscos naturais.

Que saber como fazer biscoitos naturais para cachorro? Saiba mais aqui!

Raça Lhasa Apso: Características e Pelagem

São cães pequenos e robustos. Os pelos podem ser longos e abundantes, retos e mais firmes. As orelhas são caídas e têm bastante franja e ostentam uma certa “barbicha”.

As cores mais comuns da raça Lhasa Apso são: dourado, preto, cinza, branco, areia, mel, entre outras. Conforme fica mais velho os pelos podem clarear, apesar de pequenos, a constituição física deles é mais fortalecida.

Os quadris, coxas, área do pescoço é bem delineada. São fortes. Nos machos esta condição robusta aparece mais facilmente.

Raça Lhasa Apso: Saúde

Eles têm boa saúde, mas é preciso atenção em algumas doenças comuns da raça. 

A Conjuntivite Canina é comum em cães com focinho curto e olhos salientes. As causas podem ser desde alergias pelo pó, produtos químicos ou até mesmo o tempo muito seco.

Vale lembrar que a conjuntivite canina não pega em humanos, mas deve ser tratada com o Médico Veterinário evitando um problema maior em seu cãozinho.

Existem alguns Lhasa Apso que apresentam má formação dos rins. A Displasia Renal é congênita, ou seja, acontece antes do cão nascer.

Fique atento se seu cão perde peso, se tem cansaço anormal e edemas (quando líquidos acumulam formando um pelote abaixo da pele). Estes podem ser sintomas e precisam ser tratados corretamente.

A Luxação da Patela é comum na raça Lhasa Apso.

Os animais pequenos costumam pular para o sofá, descer de lugares altos e podem, eventualmente, desencaixar o osso do joelho de sua articulação.

Isso causa dor e faz o cão mancar, diminui sua mobilidade. Fique de olho e se ele começar a andar diferente, mancar ou reclamar de dor durante certos movimentos, leve ao Veterinário.

Como tem muitos pelos, é comum algum tipo de problema de pele, principalmente no calor ou quando não são dados banhos regulares ou ainda, quando não foram secados devidamente.

A falta de ventilação, umidade, causam dermatites. Se ele lamber muito e coçar , leve ao médico veterinário.

Devido seu pelos serem longos, mantenha o hábito de escovar ele sempre. A escovação dos dentes e cortar as unhas também são hábitos importantes.

A expectativa média de vida da raça Lhasa Apso é em torno de 12 à 14 anos.

Raça Lhasa Apso: Curiosidades

  • Os monges budistas acreditavam que os Lhasa Apsos eram a reencarnação de sacerdotes dos templos;

  • Nos Gibis da Turma da Mônica, o Floquinho foi inspirado em um cão da raça Lhasa Apso;

  • Pesquisas de DNA mostram que os Lhasas e os lobos do Tibet têm genes em comum;

  • Já foi a 5° raça mais popular do Brasil;

  • Houve um Lhasa Apso que chegou a viver 29 anos. Foi o cão da raça que viveu mais tempo que se tem notícia;

  • Muita gente confunde o Lhasa Apso com o Shih-Tzu. Mas existem diferenças bem evidentes entre as duas raças: O Lhasa tem o focinho menos achatado, mais proeminente, olhos menores e ovalados e o crânio é mais estreito. O pelo do Lhasa Apso é é mais grosso e áspero, do Shih-Tzu é fino e liso.

 

  • Agora que você conhece mais sobre esta raça antiga e tão apaixonante, que tal um companheiro assim ao seu lado?

 

INSCREVA-SE também no canal do Youtube! 

http://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:

http://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:
Instagram: https://instagram.com/dicasboaspracachorro
Facebook: http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

 

Recomendados Primeiro Para Você: