Cachorro exigente para comer?


Como fazer seu cão adorar comer a ração.

Quer saber por que seu cachorro se recusa a comer sua ração? 

Reflita um pouquinho! 

Se você der comida saborosa ao seu cão durante todo o dia, ele provavelmente “torcerá o nariz” para um jantar simples, servido apenas com a ração seca.

Imagine esse cenário:

Você pergunta a seus filhos se eles preferem comer espinafre ou um doce, a resposta é óbvia.

Se você, às vezes, vai dar ao seu cachorro pão com ovo no café da manhã ou bife do seu prato, por que você o culparia se ele evitasse a ração seca para cachorro?

A boa notícia é que, embora seu cão possa ser um comedor exigente, existem maneiras de incentivar uma alimentação mais saudável.

Cães e comida

Existem dois tipos de cães. 

  1. O primeiro tipo vive para comer. Eles vão devorar qualquer coisa que você colocar na frente deles. 
  2. O segundo tipo come para viver. Eles escolhem e escolhem, demoram mais para terminar as refeições e às vezes nem chegam a terminá-las.

O tamanho, a raça e a idade de um cão geralmente determinam se ele adora  comida ou não dá a mínima. 

Os Labradores são motivados por comida.
Já cães menores, como: malteses e yorkies, tendem a ser mais exigentes.

Quando a alimentação seletiva se torna um problema?

Se você está tendo problemas para fazer seu cachorro comer regularmente e ele não consome a ração dele pelo menos uma vez por dia, seu cachorro é um comedor exigente.

Se o seu cão sempre foi exigente para comer, provavelmente não há necessidade de se preocupar.

Um cão exigente que mantém um peso saudável, é alerta e alegre e tem uma pelagem brilhante , é muito menos preocupante do que aquele que perdeu alguns quilos e tem uma pelagem menos brilhante. 

Além disso, se você tem um cachorro que come regularmente e para de repente, isso pode ser um sinal de que algo está errado e a exigência com comida é um sintoma. 

Muitas doenças podem ser a razão pela qual seu cão se recusa a comer. 

Até mesmo problemas associados à idade avançada, como dores nas articulações ao caminhar para a tigela, podem ser a causa.

A única maneira de chegar à raiz do problema é visitar o veterinário.

Se seu cão sempre foi um comedor voraz e está se tornando mais seletivo, vá ao veterinário após cerca de 48 horas.

Para filhotes, que já se alimentam em menor volume, não espere mais de 24 horas.

Dicas para incentivar seu cão exigente para comer a desenvolver hábitos alimentares mais saudáveis

Dica 1: 

Comece cedo. Antes de levar um cachorro para casa, faça um plano de alimentação. 

Você e sua família precisam sentar e decidir quais serão as regras. E vocês devem estar todos na mesma sintonia. Se a mãe der comida do prato, mas o pai seguir as regras, não vai funcionar. 

Se um membro da família for inflexível sobre a comida das pessoas , concorde em misturar algumas opções saudáveis, como vegetais com baixo teor de gordura, com a ração.

Dica 2: 

Não o alimente com comida da mesa. Distribuir restos de comida fará com que seu cão evite comida seca ou enlatada e espere por mais opções apetitosas. 

Também pode causar problemas de saúde, como pancreatite . Além disso, a variedade ou mudanças na dieta podem causar diarreia , bem como reforçar o comportamento inadequado de mendigar .

Dica 3: 

Mantenha comida de cachorro e comida de pessoas separadas. Nunca deixe um cachorro associar sua comida a comida dele. 

Você tem que mantê-lo bem separado. Caso contrário, eles começarão a pensar que podem comer a ração deles e a comida de seu dono também.  

Seu cão só deve comer comida na tigela e nunca deve ver a comida vindo do seu prato ou de algo que você está preparando para si mesmo.

Dica 4: 

Siga um cronograma. Alimente seu cachorro duas a três vezes por dia, conforme recomendado pelo seu veterinário. 

Seu cão adulto deve ser alimentado nessa frequência, sem deixar a ração disponível por mais de um curto período de tempo. 

Para garantir porções iguais para cada refeição, use um copo medidor. Se você decidir incorporar alimentos saudáveis, misture-os à ração. 

A variedade pode ser o tempero da vida para os humanos, mas a consistência é a chave para o seu cão.

E se você começou da forma errada?

Nunca é tarde para começar de novo, mas se você quiser fazer a transição do filé mignon e doces para a comida estritamente canina, é melhor dar um passo de cada vez.

Vai ser difícil e exigir 100% de conformidade de toda a família. 

A sugestão é diminuir a comida das pessoas e aumentar a comida para cães aos poucos, todos os dias, até que seu cachorro pare completamente de comer errado.

Enquanto estiver misturando os alimentos, é melhor usar comida enlatada para cães, em vez de ração seca. 

Dessa forma, seu animal não vai se opor totalmente e apenas comer a comida das pessoas.

Se o seu cão se recusa a comer, é provável que ele esteja pedindo comida às pessoas, mas é importante manter-se firme. 

Só porque ele pula algumas refeições, não desista e dê o que ele quer. 

Deixe a tigela com a comida para ele por 15 minutos e, se ele não terminar, leve-a embora.

Eles acabarão escolhendo a comida de cachorro ao invés de nenhuma comida.

Certifique-se de que você está dando ao seu cão uma dieta saudável

Ocasionalmente, o problema com o cachorro exigente para comer, pode ser que ele não goste da marca de comida que você está oferecendo. 

Ou pode ser que prefiram comida enlatada a seca ou vice-versa. As recomendações veterinárias mostram que uma marca comercial de alta qualidade é importante para uma dieta saudável.

Verifique os ingredientes e certifique-se de que o milho não esteja no topo da lista de ingredientes. O milho não é uma dieta ideal para cães.

Se você experimentou três marcas de alimentos enlatados e secos, é hora de procurar outro motivo pelo qual seu cão se recusa a comer. 

Provavelmente, eles estão esperando por restos de mesa.

Uso de petiscos

Reserve petiscos para momentos em que o elogio é necessário, como no treinamento. Mas lembre-se de que nem todas as recompensas precisam ser comestíveis. 

Se o seu cão adora atenção, um carinho atrás das orelhas é uma delícia de recompensa.

Se você achar que os petiscos proporcionam os melhores resultados, crie alguns limites.

Por exemplo, só dê um petisco depois de uma brincadeira.

Além disso, limite os petiscos a três por semana e coloque-os em um recipiente separado para que toda a família saiba quantos foram dados.

Uma coisa é o seu cão saber que só consegue certas coisas enquanto está treinando e outra totalmente diferente é se você está sentado na cozinha lendo uma revista e dá um petisco para seu cachorro porque ele é fofo.

Confira também: 

 

 

Fique atento(a) às nossas redes sociais, sempre trazemos novidades e dicas para seu pet 😉

INSCREVA-SE também no canal do Youtube! 

https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:

https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:

https://instagram.com/dicasboaspracachorro

http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

Recomendados Primeiro Para Você: