Cuidados em todas as fases de vida do cachorro: Do Filhote ao Idoso


Conforme seu cão cresce de filhote a idoso, você precisa ajustar a forma como cuida dele. Aqui está o que você pode esperar ao passar pelas fases de vida do cachorro:

Como cuidar de cachorro filhote?

Estágio 1 da vida: FILHOTE

Seu cachorro é um filhote desde o momento em que é recém nascido até que ele seja capaz de se reproduzir.

Isso acontece em diferentes idades, dependendo da raça do seu cão. As raças pequenas tendem a atingir a maturidade sexual mais cedo do que as raças maiores.

Desmame: 

Os filhotes mudam lentamente do leite materno para outros alimentos quando têm 3 ou 4 semanas de vida. Eles devem ser totalmente trocados do leite para a comida por volta de 7 ou 8 semanas de vida.

Alimentação:

O número de vezes que alimenta o seu cão, por dia, muda conforme seu filhote fica mais velho:

  • 2 a 3 meses de idade: 4 vezes ao dia
  • 3 a 6 meses de idade: 3 vezes ao dia
  • 6 meses a 1 ano de idade (até 24 meses nas raças maiores): 2 vezes ao dia
  • Após 1 ano de idade, alimente seu cão uma ou duas vezes ao dia.

Cuidado dental:

Os cães podem mostrar sinais de doença gengival aos 4 anos – ou mesmo logo em seu 1º ano de idade se você não cuidar adequadamente de seus dentes. 

Portanto, o momento certo para começar o tratamento dentário adequado é quando seu cão ainda for um filhote. 

Para limpar os dentes do seu cachorro, use uma escova de dentes especial para cães ou então use um pedaço de gaze limpo enrolado no dedo. Você pode comprar uma pasta de dentes que seja especialmente formulada para cães. Nunca use pasta de dente feita para pessoas.

Treinos em casa:

Você pode introduzir a ideia do treinamento doméstico assim que seu filhote for desmamado. 

Eles ainda estão se desenvolvendo, portanto, tenha paciência. Por volta dos 4 a 6 meses de idade, geralmente conseguem acertar mais rápido.

Castração:

Você pode mandar castrar seu filhote (removendo os ovários e o útero das fêmeas ou removendo os testículos dos machos). Esses procedimentos cirúrgicos evitam que os cães se reproduzam e tenham mais filhotes. Normalmente, são feitos após o primeiro ou segundo cio.

Castrar, pode ajudar a prevenir problemas como câncer de mama e doenças testiculares quando eles ficarem mais velhos.

Vacinas:

Os cães precisam de um protocolo de vacinas durante o primeiro ano. Converse com seu veterinário sobre quais imunizações seu cão precisa e quando fazê-las.

  • 1ª dose: 45 dias
  • 2ª dose: 66 dias
  • 3ª dose: 87 dias

Cuidados com cães adultos

Estágio 2 da vida: JUNIOR

Agora seu cachorro é como um adolescente. Embora possam se reproduzir, eles ainda estão crescendo, então ainda não são bem adultos. Sua idade, nesta fase, varia de 6 a 12 meses.

Estágio 3 da vida: ADULTO

Seu cão é oficialmente um “adulto” assim que terminar de crescer. Eles se parecem e se comportam como um cachorro adulto. Sua idade varia de 1 a 7 anos.

Estágio 4 da vida: MADURO

Seu cachorro atingiu a meia-idade! Sua idade é superior a 7 anos. As raças menores – medido pelo peso, não pela altura – tendem a viver mais do que os cães maiores.

Embora sejam geralmente mais fáceis de cuidar do que filhotes, os cães adultos ainda precisam de sua ajuda com algumas coisas para que possam viver melhor:

Exercícios:

Não importa o estágio de sua vida, certifique-se de que seu cão faça bastante exercício . Isso ajudará a mantê-lo feliz e com um peso saudável. Só não exagere, especialmente em raças grandes e gigantes, porque seus esqueletos não amadurecem até os 2 anos de idade.

Vacinas e visitas ao veterinário:

Leve seu cão ao veterinário todos os anos para um check-up e para tomar vacinas para protegê-lo contra doenças.

Cães mais velhos e como cuidar deles

À medida que envelhece, seu cão pode desacelerar e precisar de um pouco mais de tratamento intensivo.

Estágio de vida 5: SÊNIOR

Seu cão entra nesta fase quando atinge o último quarto de sua expectativa de vida. A vida útil de um cão varia de acordo com o tamanho e a raça.

Estágio de vida 6: GERIÁTRICO

Seu cachorro atingiu a expectativa de vida e ainda está bem! Os cães permanecem neste estágio final pelo resto de suas vidas.

Comida:

Os cães mais velhos podem não precisar de tanta comida como quando eram mais jovens. Pergunte ao seu veterinário se você deve mudar para alimentos feitos para cães idosos e quanto dar a eles.

Você pode gostar: Ração para cachorro idoso: Qual a melhor?

Checkups:

Você pode precisar começar a levar seu cão mais velho ao veterinário para exames a cada 6 meses. Isso porque, mais tarde na vida, os cães têm maior probabilidade de desenvolver artrite e outras doenças. 

Os exames de sangue de rotina podem ajudar a detectar problemas precocemente, como doenças renais.

O diagnóstico precoce e a terapia podem ajudar a prolongar sua vida.

Saúde bucal:

Seu cão pode desenvolver mau hálito e problemas dentários à medida que envelhece. Converse com seu veterinário sobre como cuidar dos dentes do seu cão .

Temperatura:

Os cães mais velhos ainda precisam de exercício. Mas muitas vezes eles também não conseguem suportar temperaturas extremas. Portanto, proteja seu cão sênior do superaquecimento.

Casa:

Mais tarde na vida, os cães podem ter uma visão mais fraca e mais problemas para andar e pensar com clareza.

“À prova de velhinhos” sua casa precisa ser para proteger seu cão, mantendo o chão livre de fios elétricos e outros objetos. 

Forneça uma cama mais espessa para que haja menos pressão nas articulações quando deitados.

Fique atento(a) às nossas redes sociais, sempre trazemos novidades e dicas para seu pet 😉

INSCREVA-SE também no canal do Youtube! 

https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:

https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:

https://instagram.com/dicasboaspracachorro

http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

Recomendados Primeiro Para Você: