Diabetes em Cães


A nova forma como vivemos afeta também nossos cães, e o estilo de vida moderno trouxe para o mundo canino uma doença que está cada vez mais comum e que é um tanto desconhecida de grande parte dos tutores, a diabete em cães.

O que é a diabetes em cães?

Assim como nos humanos, é quando o organismo para de produzir insulina ou diminui essa produção, impedindo a absorção da glicose pelo animal. Sem a glicose os animais perdem energia e ficam com muito açúcar no sangue, que podem levar a várias outras complicações bem parecidas com as humanas também. Cegueira e insuficiências renais.

Causas mais comuns de diabetes em cães:

  • Obesidade
  • Genética
  • Excesso de gordura no sangue (hiperlipidemia)
  • Inflamação no pâncreas
  • Medicação má administrada

Esses fatores podem aparecer em conjunto, favorecendo o aparecimento da doença.

Sintomas de diabetes em cães:

  • Apetite fora do normal
  • Sede constante
  • Urina em uma frequência muito maior
  • Sedentarismo/cansaço anormal

A identificação desses sintomas vai depender da observação do seu cachorro e quanto antes for percebida, melhor.

Alguns outros sintomas que o cão pode apresentar em um estágio mais avançado caso a doença não seja identificada e controlada em tempo são:

  • Catarata
  • Insuficiência renal
  • Insuficiência cardíaca

Diagnóstico:

O diagnóstico da doença se inicia pela percepção dos sintomas citados acima, mas só é confirmado com exames de sangue e urina que medem os índices de glicemia no animal.

*Ao perceber qualquer um desses sinais, procure um veterinário o mais rápido possível.

A diabetes em cães é mais comum em alguma raça?

Sim, algumas raças têm predisposição genética para essa situação por diversos motivos, entre eles disfunções hormonais. As raças que entram nessa lista são: labrador, poodle, beagle, samoieda, schnauzer, dachshund, spitz e golden retriever.

Mas atenção, isso não quer dizer que outras raças não possam caminhar para um quadro de diabetes, ou que todos os cães dessas raças citadas irão ter desenvolver diabetes ao longo da vida.

Qual é o tratamento para diabetes em cães?

Uma dieta especial para cães nessas situações, exercícios diários e doses de insulina diárias. As fêmeas tendem a ser castradas para que os hormônios sejam mais equilibrados e não atrapalhem na absorção da insulina pelo organismo.

Prevenção:

A diabetes em cães não tem cura, mas para além do tratamento existem formas de preveni-la. Hábitos saudáveis são as principais formas de prevenir essa doença, entre eles estão exercícios diários e alimentação. Visitas frequentes ao veterinário também são importantes.

A castração também pode ser indicada, pois ajuda no controle de hormônios do animal. 

 

     Confira também:

 

 

Fique atento(a) às nossas redes sociais, sempre trazemos novidades e dicas para seu pet 😉

INSCREVA-SE também no canal do Youtube! 

https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:

https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:

https://instagram.com/dicasboaspracachorro

http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

Recomendados Primeiro Para Você: