Doação de sangue entre cães: Como o seu cachorro pode salvar uma vida.


Você sabia que cachorro pode doar sangue? É incomum pensar nessa possibilidade, mas sim, a doação de sangue entre cachorros existe, é possível e pode salvar vidas. Neste artigo vamos falar tudo sobre a doação de sangue entre cães e como e quando um cachorro pode doar sangue.

A doação de sangue entre cães é a mesma que para nós humanos. Esse procedimento é mais comum do que imaginamos e é realizado em situações bem parecidas com as nossas como traumas e acidentes e também em situações de doenças autoimunes.

Qual cachorro pode doar sangue?

Independentemente do tipo sanguíneo do cachorro, a doação de sangue pode ser realizada, desde que os cães atendam a alguns critérios mínimos para que a doação do sangue seja segura para o cachorro doador e o receptor.

Critérios para doação de sangue entre cães:

  • Ter entre 2 e 6 anos;
  • Pesar mais de 25kg;
  • Ser vacinado e vermifugado;
  • Estar livre de ectoparasitas (pulgas e carrapatos);
  • Ser um cão dócil e tranquilo ( a doação precisa ser realizada com o cão acordado).

Como é realizada a coleta de sangue para doação de sangue entre cães?

O processo é bem simples e rápido, os hospitais e clínicas que fazem a coleta possuem especialistas bem treinados para o processo e tornam a realização dele muito mais rápida e cuidadosa.

A coleta do sangue para doação segue os seguintes passos:

1- Jejum:

O animal precisa estar em jejum por pelo menos 4 horas para que a doação de sangue possa ser feita.

2- Preparação:

Após o encaminhamento para a coleta, inicia-se o procedimento. A coleta do sangue para doação é feita com o animal acordado e consciente, por isso a preferência por animais mais calmos. Em alguns poucos casos, são utilizados sedativos leves nos cães, apenas para que eles fiquem mais calmos.

3- Coleta:

A coleta é realizada através de acesso em uma das patas ou pescoço. O cão permanece deitado durante todo o procedimento e a presença do tutor é importante para acalmar o cachorro.

4- Fim da doação:

Após o fim do processo de coleta o pet já está livre para ir para casa. Geralmente são oferecidos petiscos ou ração para os animais que terminaram o processo de doação como forma de “agradecimento” e também para dar energia ao animal que estava em jejum,

5- Examinando o sangue:

Assim como no processo humano, a doação entre cachorros também exige que o sangue coletado seja analisado. Esse processo é importante para garantir que o sangue seja saudável e possa ser utilizado sem problemas. O resultado do exame é disponibilizado para o tutor e serve inclusive como forma de monitorar a saúde do seu pet.

6- Nova coleta:

Os cães também podem doar sangue regularmente. Veterinários dizem que um cachorro pode doar sangue com um intervalo de no mínimo 3 meses entre cada coleta.

Qualquer cachorro pode doar sangue ou receber sangue?

Os cães também possuem tipos sanguíneos com características distintas, por isso a doação de sangue entre cães deve ser realizada em cães com compatibilidade nos seus tipos sanguíneos.

Os tipos sanguíneos dos cães são complexos e ainda não conseguiram ser totalmente estudados. Já se sabe que o tipo DEA 4 é considerado doador universal, mas ainda não se sabe muito mais.

Tipos de sangue dos cães:

  • DEA 1.1;
  • DEA 1.2;
  • DEA 1.3;
  • DEA 3;
  • DEA 4;
  • DEA 5,
  • DEA 7. 

 

 

Fique atento(a) às nossas redes sociais, sempre trazemos novidades e dicas para seu pet 😉

INSCREVA-SE também no canal do Youtube! 

https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:

https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:

https://instagram.com/dicasboaspracachorro

http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

Recomendados Primeiro Para Você: