Mordida de Cachorro, quais problemas podem gerar e como tratá-los


Esse artigo é sobre mordida de cachorro e @dicasboaspracachorro veio falar quais problemas podem gerar e como tratá-los.

Os cães são os animais de estimação mais comuns em todo o mundo. Em muitos países, eles são considerados a escolha número 1 para animais domésticos. Por mais que amemos nossos companheiros caninos, devemos entender os perigos que advêm de criar qualquer tipo de animal de estimação em nossa casa. Neste artigo, daremos uma olhada sobre mordida de cachorro, quais problemas podem gerar e como tratá-los.

 

Quais problemas a mordida de cachorro pode lhe causar?

▶  Danos na pele

▶  Lesão em tecidos subjacentes, como músculos, nervos e ossos.

▶  Infecção

Mordida de cachorro Mordida de cachorro

 

É fácil olhar para uma mordida de cachorro e ver que a pele foi danificada, mas também é importante avaliar as estruturas subjacentes que também podem ter sido feridas no ataque. O paciente freqüentemente se concentra na aparência cosmética da ferida; embora isso seja importante, o profissional de saúde pode estar mais preocupado com as lesões que prejudicarão o funcionamento do corpo.

Por exemplo, uma laceração na mão pode parecer ruim, mas mais importante do que a possível cicatriz seria um tendão lacerado que impediria um dedo de se mover.

 

O potencial de infecção de uma mordida de cachorro é extremamente alto. As mordidas de cachorro inoculam bactérias profundamente no tecido e, embora não sejam tão agressivas quanto as de gato, a maioria das mordidas de cachorro infecciona. As bactérias comuns envolvidas em tais infecções incluem:

  Streptococcus,

  Staphylococcus,

  Pasteurella.

mordida de cachorro infeccionada/ reprodução: instagram @felipetitto

Descubra se o cachorro que o mordeu tem imunização anti-rábica. Se o cão não foi imunizado contra a raiva, a questão é se o paciente deve ser imunizado contra o vírus da raiva. Uma variedade de abordagens pode ser considerada dependendo da situação em torno da mordida.

  O cão está disponível para ser observado?

  A mordida foi provocada ou defensiva em vez de um ataque não provocado?

  Onde está localizada a mordida?

  Qual é o histórico médico anterior da vítima?

Depois que o médico ou outro profissional de saúde obtiver um histórico dos eventos e examinar o paciente, a maioria das mordidas de cachorro pode ser tratada no pronto-socorro, centros de atendimento de urgência ou consultório médico. O exame físico ajudará a decidir se alguma estrutura profunda como músculo, tendão, nervo ou osso foi danificada.

Normalmente, a ferida é anestesiada para que possa ser explorada. Isso ajudará a confirmar a condição das estruturas profundas e sua função. A ferida será então lavada com soro fisiológico (uma solução de água salgada) para irrigar o máximo possível de sujeira e bactérias.

Depois de limpar a ferida, é necessário decidir se deve fechar a pele. Costurar a pele (para melhorar a aparência da cicatriz) aumenta o risco de infecção. Equilibrar o risco de infecção e o benefício de uma cicatriz mais bonita depende da localização da lesão e da discussão entre o médico e o paciente. As mordidas de cachorro no rosto tendem a ser suturadas, enquanto as localizadas em partes menos perceptíveis do corpo podem ser deixadas para cicatrizar por conta própria.

Às vezes, feridas causadas por mordidas de cachorro precisam de cirurgia para reparar a ferida. Se houver danos consideráveis ​​na pele ou perda de pele, ou se houver ferimentos associados que precisem de tratamento.

Algumas mordidas de cachorro em bebês e crianças podem precisar de cirurgia para reparar lacerações, especialmente se houver ferimentos faciais, devido à necessidade de anestesia prolongada para manter o paciente imóvel.

Existe alguma controvérsia em relação à terapia com antibióticos para mordidas de cães. Alguns médicos prescrevem antibióticos rotineiramente, enquanto outros optam por esperar até que a ferida mostre sinais e sintomas de infecção potencial.

 

Vou pegar raiva?

Se a vítima de mordida de cachorro não procurar atendimento médico, o status de imunização anti-rábica do cão deve ser determinado imediatamente. A terapia contra a raiva, se necessária, deve começar o mais rápido possível. A vacina de tétano da vítima também precisa ser atualizado.

A exposição a um animal raivoso nem sempre resulta em raiva. Se o tratamento for iniciado imediatamente após uma exposição à raiva, a raiva pode ser prevenida. Se uma exposição à raiva não for tratada e uma pessoa desenvolver sinais clínicos de raiva, a doença geralmente resulta em morte.

 

O que fazer após ser mordido?

Se você levou uma mordida de cachorro ou alguém com quem você está, você precisa ir para um lugar seguro, longe do cão que o mordeu, para evitar novos ataques e ferimentos.

Bebês e crianças devem ser avaliados após qualquer mordida de cachorro.

Se não houver sinais de danos na pele ou se houver uma pequena abrasão causada por uma mordida de cachorro, pode ser razoável observar sinais e sintomas de infecção (dor, vermelhidão, calor, inchaço e drenagem de pus ou fluido) antes de procurar atendimento médico.

As feridas devem ser mantidas elevadas e, se possível, você pode tentar limpar a mordida do cão com água da torneira.

Reúna informações do dono do cão sobre o status de imunização do cão contra a raiva, mas se isso não for possível, o hospital, centros de controle de animais ou policiais ajudarão a reunir todas as informações necessárias.

Visto que as mordidas de cachorro podem causar danos significativos sob a pele, um tipo de lesão que nem sempre pode ser facilmente visto. Além disso, se houver dor na ou próximo à mordida do cão, os tecidos subjacentes e outras estruturas podem ter sido danificados ou se a mordida romper a pele causando uma perfuração, laceração ou rasgo, chame seu médico ou vá ao Pronto-Socorro ou Emergência mais próximo do seu bairro.

 

Como administrar os primeiros socorros?

O tipo de primeiros socorros que você administra será determinado pela gravidade do ferimento.

🔸 Se sua pele não estiver ferida, lave a área com água morna e sabão. Você também pode aplicar uma loção antibacteriana na área como precaução.

🔸 Se sua pele foi rompida, lave a área com água e sabão morno e pressione suavemente a ferida para promover um pequeno sangramento. Isso ajudará a eliminar os germes.

🔸  Se o local estiver sangrando, aplique um pano limpo na ferida e pressione suavemente para interromper o fluxo. Prossiga com a aplicação de uma loção antibacteriana e cubra com um curativo estéril.

Quando procurar ajuda?

Cerca de 1 em cada 5 mordidas de cães requerem tratamento médico.

Sempre consulte um médico para uma mordida de cachorro que:

  é causado por um cão com um histórico desconhecido de vacina contra a raiva, ou por um cão que está agindo de forma irregular ou parece estar doente;

◽  não para de sangrar;

◽  causa dor intensa;

◽  expõe ossos, tendões ou músculos;

◽  causa perda de função, como a incapacidade de dobrar os dedos;

◽  parece vermelho, inchado ou inflamado;

◽  vaza pus ou fluido

 

Procure também atendimento médico se você:

◽  não lembrar quando você tomou sua última vacina contra tétano;

◽  sentir-se fraco, desorientado ou desmaiar;

◽  estiver com febre

 

Matérias disponíveis:

Qual cachorro tem a mordida mais forte?

✅ Como saber quando o cachorro irá te atacar

 

Fique atento(a) às nossas redes sociais, sempre trazemos novidades e dicas para seu pet 😉

INSCREVA-SE também no canal do Youtube!
https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:
https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:
https://instagram.com/dicasboaspracachorro
http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

Recomendados Primeiro Para Você: