Onde o cachorro gosta de carinho?


A forma como você faz carinho em um cachorro pode lhe tornar a pessoa favorita dele, ou surtir o efeito contrário e tornar-se o humano que ele sempre vai evitar. 

Dito isto, o tipo errado de carinho pode deixar os cães nervosos ou assustados, mesmo que seja a última coisa que queremos que aconteça. 

Alguns amantes de cães não têm certeza de como ler a linguagem corporal de um cão, então eles confundem medo com amizade. E mesmo que seja um cão que você conheça e ama, pode estar fazendo algo que ele não goste.

Se você está buscando uma maior proximidade com seu cachorro ou com um que acabou de conhecer, o Blog Dicas Boas pra Cachorro traz algumas estratégias para você dar os melhores carinhos e também o que deve evitar fazer.

Comece com uma saudação adequada

A primeira regra de fazer carinho é :

Nunca faça carinho se um cachorro não iniciou contato. 

Isto é especialmente importante para alertar as crianças, que muitas vezes se aproximam de um cão que está deitado, encurralado em uma sala ou ativamente tentando fugir.

Em vez de se aproximar e tocar o cão, convide-o a fazer o primeiro contato: 

  1. Agache-se para que fique no mesmo nível do cachorro; 
  2. Com um cão mais reservado ou temeroso, vire o seu corpo para o lado para se tornar menos ameaçador. 
  3. Se você está diante de um cão confiante, pode convidá-lo a aproximar-se, curvando-se ligeiramente, batendo nas suas pernas enquanto o chama com sua voz.

Uma dica:

Seja o menos ameaçador possível, o que significa agachar-se e até virar o corpo para o lado. O principal é não ficar de pé e curvar-se sobre o cão.

Evite ficar muito acima do cachorro ao saudá-lo; isso pode ser percebido como uma ameaça. Em vez disso, vire o seu corpo ligeiramente para o lado e faça o mínimo de contato visual na primeira saudação (contato visual também pode ser interpretado como uma ameaça). 

Analisando as reações do cachorro

Um cachorro amigo aproxima-se com as orelhas ligeiramente retidas e a cauda estendida a uma altura média atrás dele, com uma grande agitação. 

Quando o cão fareja o seu corpo, ele está recolhendo informações sobre você, não necessariamente está te convidando para mexer nele. 

Se ele se afastar, se arrepiar ou tomar posição de alerta ou nervoso, não lhe faça carinho. Se ele exibe uma postura corporal mais relaxada e brincante com olhos e boca relaxados enquanto ele se move em direção a você ou se ele inicia um breve contato visual, ele é mais provável que indique simpatia e um desejo de interação.

Uma vez que a aproximação foi feita, acaricie o cão lentamente em áreas onde ele parece confortável sendo tocado. Um cão que gosta de ser acariciado, normalmente, inclina-se na sua direção ou procura ativamente contato com você quando parar de ser acariciado. 

Se o cão tentar afastar-se ou apresentar sinais de desconforto, tais como lamber os lábios ou mostrar o branco dos seus olhos, dê-lhe algum espaço.

Conhecendo um cão amigável

Quando se encontra com um cão pela primeira vez, seja o cão de um amigo ou um cão no parque, siga o mesmo protocolo não ameaçador.

Agache-se, estique a mão e deixe o cão vir ao seu encontro. Você também deve estar relaxado.

Você também pode ter petiscos ao seu alcance, o que geralmente ajuda! 

Outra tática é pedir ao cão para se sentar.

Uma vez que os cães ouvem esse comando, muitos deles automaticamente o farão. Isso lhe dará a noção se o cão é treinado ou não.

Melhores lugares para fazer carinho no cachorro

A maioria dos cães se sentem confortáveis sendo acariciados no peito, ombros e na base do pescoço. 

Ao acariciar estas áreas, se aproxime do lado, em vez de mover a sua mão sobre o topo da cabeça do cão. 

Cães também têm pontos específicos onde eles gostam de receber carinho; áreas comuns são:

  • A base da cauda; 
  • Sob o queixo; 
  • Na parte de trás do pescoço onde a coleira bate. 

A maioria dos cães não gosta de ser tocada no focinho, orelhas, pernas, patas e cauda. 

Carinhos lentos, semelhantes a massagem suave ou arranhões leves, podem acalmar um cão. 

Coloque a sua mão em uma área onde o cão gosta de ser manuseado e mova suavemente a sua mão ou dedos na mesma direção que o pelo está. 

Como NÃO fazer carinho em cachorro

Muitos cães não gostam de serem esfregados de cima a baixo de forma mais dura e enérgica, como crianças muitas vezes fazem antes de aprender a maneira adequada de fazer carinho em um cachorro. 

Dar tapinhas nos lados de um cão deixa-o igualmente agitado e até assusta alguns cães. O acariciamento rápido e áspero também não é bem recebido pela maioria dos cães e pode superestimular cães ansiosos.

Vale frisar

Fazer carinho em seu cachorro deve ser calmante e terapêutico para ele e para você também, ambos colhendo os benefícios mútuos de contato compartilhado. 

Quando você faz carinho em um cachorro de uma maneira relaxada, lenta e gentil, é provável que ele se incline para mais.

 

Fique atento(a) às nossas redes sociais, sempre trazemos novidades e dicas para seu pet 😉

INSCREVA-SE também no canal do Youtube! 

https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:

https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:

https://instagram.com/dicasboaspracachorro

http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

Recomendados Primeiro Para Você: