Queda de pelo em cachorro: Descubra as causas possíveis e como tratar ou amenizar!


Nesse artigo vamos te ajudar a entender sobre queda de pelo em cachorro e descobrir as causas possíveis, como tratar ou amenizar!

 

Se você notou que seu cão está soltando ou perdendo pelos em tufos ou geralmente sobre o corpo, é importante entender quais podem ser as causas comuns antes de consultar um veterinário.

 

Uma pelagem espessa e brilhante é um bom indicador de que seu cão está obtendo tudo o que precisa de sua dieta, ambiente e estilo de vida, então pode ser angustiante ver seu cão soltando ou perdendo pelo, e às vezes é difícil saber exatamente por que isso está acontecendo.

 

Assista nosso vídeo explicando quando é normal e quando não é seu cachorro soltar tantos pelos:

Sinais de queda de pelo em seu cachorro

Os sinais de queda de pelo podem incluir:

  • sensação de pelo quebradiço ou seco, 
  • queda de pelo mais do que o normal
  • aparecimento de manchas calvas, que podem ser circulares ou de formato irregular. 

 

A queda de pelo em cachorro também pode ser focada em uma região específica ou generalizada em todo o corpo do seu cão.

Possíveis causas para queda de pelo em cachorro:

1. Descarte sazonal

Às vezes, a perda de pelo aparentemente extrema de um cão é apenas uma queda normal. Os cães perdem pêlo quando os pêlos individuais envelhecem ou ficam danificados, ou sazonalmente quando o tempo fica quente. Muitos cachorros perdem o peso o ano todo. Algumas raças, como huskies e labradores, têm subpêlos grossos de inverno, que eliminam na primavera. 

 

Como amenizar: A eliminação sazonal costuma ser reduzida se você vive em um clima moderado. Se a queda estiver fora de controle, escovar o cão algumas vezes por semana pode remover e controlar o excesso de pelos.

 

2. Infecções bacterianas e fúngicas

Bactérias e leveduras são habitantes normais da pele canina, mas às vezes podem crescer descontroladamente e criar uma infecção. Infecções bacterianas ou fúngicas por fungos na pele podem causar perda de pelo, vermelhidão, coceira e odor. Às vezes, as infecções bacterianas causam pústulas semelhantes a espinhas.

 

Os cães também podem contrair micose, um fungo que causa queda de pelo e pequenas áreas de infecção (não, na verdade não é um verme). Manchas vermelhas, coceira ou escamosa são motivo para uma visita ao veterinário. 

 

Como tratar: Seu veterinário fará um exame completo, recomendará alguns testes e prescreverá antibióticos ou antifúngicos para tratar a infecção, se necessário.

 

3. Sarna e outros parasitas

queda de pelo sarnaMange é um termo abrangente para infecções cutâneas com coceira causadas por ácaros. Os ácaros são criaturas microscópicas que vivem na superfície da pele ou nos folículos capilares. Eles causam queda de pelo e coceira ao enterrar ou mastigar a pele. Alguns ácaros, como o ácaro da sarna, são extremamente contagiosos para humanos e outros cães, observa o Manual Veterinário Merck. Outros ácaros, como os ácaros Demodex, não são contagiosos, mas ainda causam queda de pelo e podem exigir tratamento.

 

As pulgas são um motivo muito comum para a queda de pelo em cachorro. As pulgas podem fazer os cães coçarem a ponto de arrancar os pelos em alguns lugares. Ácaros e pulgas são extremamente contagiosos, então qualquer parasita que você encontrar em seu cão já pode ter se espalhado para sua casa e outros animais de estimação. 

 

Como tratar: Se você encontrar evidências de ácaros ou pulgas, seu veterinário pode prescrever um medicamento antiparasitário de ação rápida e oferecer dicas para livrar sua casa de pragas.

 

4. Alergias

queda de pelo alergia

Os cães podem desenvolver alergias assim como os humanos, e alguns dos sinais mais comuns são coceira na pele e queda de pelo. 

As alergias mais comuns em cães são:

  •  atopia (alergia ambiental a irritantes como pólen, mofo e ácaros), 
  • alergia a pulgas,
  •  alergia alimentar. 

 

Como tratar: Se seu veterinário suspeitar de alergia, ele pode recomendar o controle de pulgas, medicamentos para controlar a coceira, evitar alérgenos ou uma mudança alimentar para descartar alergias alimentares.

 

As alergias alimentares só podem ser diagnosticadas por meio de um teste alimentar por no mínimo oito semanas. Se o seu veterinário colocar seu cão em um teste alimentar com um plano alimentar de ingredientes limitados ou ração com prescrição hipoalergênica, é essencial certificar-se de que seu cão não coma mais nada durante o teste. Uma guloseima ou mordida roubada de frango pode confundir os resultados. Se a causa subjacente são alergias e elas são tratadas adequadamente, o pelo do seu cão deve crescer novamente e a coceira deve parar.

 

5. Condições médicas subjacentes

Se um cão que está perdendo pelo e está perdendo-o por todo o corpo, o problema pode estar sob a pele. A pele é tecnicamente o maior órgão do corpo e requer uma quantidade enorme de nutrientes para se manter saudável. Se o seu cão tem uma condição médica subjacente, seus pelos geralmente são os primeiros a sofrer, porque o corpo transfere recursos da pele para os órgãos internos que precisam de ajuda.

 

Condições hormonais podem fazer com que um cão perca pelo. 

  • hipotireoidismo, 
  • distúrbios da glândula adrenal
  • distúrbios do hormônio do crescimento

 

Alguns cães podem perder pelo após serem castrados devido à diminuição da testosterona. Doenças hepáticas, renais e cancerígenas também podem causar perda inexplicável de pelo. Se o seu veterinário suspeitar de um problema interno como causa da queda de pelo, ele pode recomendar exames laboratoriais e possivelmente raios-X ou ultrassom para determinar a causa.

 

A queda excessiva pode ser causada por estresse, má nutrição, gravidez, lactação ou outra condição médica subjacente. Se você acha que seu cão está trocando de pelo mais do que o normal ou se ele está desenvolvendo manchas carecas, marque uma consulta com seu veterinário. O tratamento para queda de pelo que eles prescrevem dependerá de outras necessidades de saúde do seu animal.

 

Como tratar: Um cão que perde pelo excessivamente precisa ir ao veterinário, mas sua condição geralmente pode ser resolvida com uma simples mudança na comida ou na medicação. Continue a escovar seu pelo e os dentes regularmente para que você possa detectar os primeiros sinais de um problema.

 

Espero poder ter ajudado em algumas questões, e fique atento se seu cão apresentar qualquer alteração na pele. Leve-o ao veterinário e siga as recomendações.

 

Como você pôde ver, até um cão completamente saudável pode soltar pelos em um determinado período. Alguns mais ou menos. E listamos alguns dos cães que soltam menos pelo, para ver basta clicar aqui.

 

Fique atento(a) às nossas redes sociais, sempre trazemos novidades e dicas para seu pet 😉

 

INSCREVA-SE também no canal do Youtube! 

https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:

https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:

https://instagram.com/dicasboaspracachorro

http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro 

Recomendados Primeiro Para Você: