Sarna em Cachorro, como tratar e como evitar?


Hoje Dicas Boas pra Cachorro veio falar sobre sarna em cachorro, como tratar e como evitar que seu cãozinho tenha esse problema que é muito comum em animais. Então fique ligado nesse artigo!

 

A sarna em cachorro é uma doença de pele que pode ser causada por várias espécies diferentes de ácaros.  “Seu vira-lata sarnento!” é um insulto consagrado pelo tempo, mas se você pudesse sentir coceira na sarna do jeito que os cachorros sentem, você não desejaria isso a ninguém.

 

Acontece quando ácaros altamente contagiosos penetram na pele, causando erupções, coceira e queda de pelos (alopecia). A sarna pode até causar lesões, escamas e problemas no sistema imunológico.

 

A gravidade dos sintomas geralmente depende do tipo de ácaro que causa a infecção. A sarna em cachorro pode ser sarcóptica, demodécica ou notoédrica, dependendo da espécie de ácaro responsável.

 

Se você observar sinais de sarna em seu cão, deve consultar seu veterinário para um diagnóstico e tratamento adequados. Aqui está o que você deve saber sobre os tipos, sintomas, causas e tratamentos para sarna em cachorro.

 

1) Sarna sarcóptica (sarna): causas, sintomas e tratamentos

Causas da sarna em cachorro – sarcóptica

sarna em cachorro ácaros Sarcoptes scabiei

Fonte:www.bluepearlvet.com / A sarna em cachorro é causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei canis.

Os ácaros Sarcoptes scabiei causam sarna em cachorro sarcóptica. Eles montaram acampamento na pele do cão e acasalaram-se, e os ácaros fêmeas se enterraram na pele para botar ovos, desencadeando uma reação alérgica no cão e causando uma forte coceira.

ácaros Sarcoptes scabiei na pele

Isso geralmente acontece quando os cães são expostos a outro animal infectado, o que é comum em abrigos, parques para cães, clínicas veterinárias e tratadores.

Normalmente, o aparecimento dos sintomas demora cerca de duas a seis semanas.

Sintomas de sarna em cachorro – sarcóptica

Esses ácaros preferem pele sem pelos e tendem a se enterrar nas orelhas, nos cotovelos e na barriga. Verifique essas áreas para ver se há pele vermelha e escamosa. Em estágios posteriores, as orelhas podem apresentar uma crosta crocante.

Eventualmente, os ácaros irão cavar em qualquer lugar na pele do cão e todo o corpo será afetado.

A coceira é intensa e pode deixar seu cão realmente infeliz. Você pode notar uma erupção na pele e alopecia.

Cachorro com sarna pele ferida

Como tratar sarna em cachorro do tipo sarcóptica?

Diagnóstico e tratamento para sarna em cachorro

Os veterinários usam testes de raspagem de pele para diagnosticar sarna sarcóptica, mas eles não são muito confiáveis. Na verdade, os veterinários são capazes de confirmar a presença de ácaros em apenas cerca de metade dos casos de sarna sarcóptica.

Em alguns casos, um veterinário trata um cão com sintomas e apenas espera para ver se eles melhoram. Mas o correto mesmo é que eles consigam diagnosticar com os exames de triagem dermatológica.

Aqui estão algumas maneiras pelas quais eles podem tratá-lo:

Seu veterinário pode dar a seu cão um medicamento e xampu que mata os ácaros.
Vários tratamentos diferentes podem ser usados, já que alguns ácaros desenvolveram imunidade a certos medicamentos, como invermectina, selamectina, cal-enxofre e doramectina.

Os veterinários podem aconselhá-lo a jogar camas, guias e coleiras para cães na máquina de lavar ou substituí-los.

A sarna sarcóptica é altamente contagiosa, então se você tem vários cães e um parece ter, trate todos, caso contrário, eles vão continuar passando para frente e para trás. Mesmo após o início do tratamento, os cães podem ser contagiosos por cerca de um mês. Mantenha os cães infectados em quarentena durante este período.

Banho golden retriver

 

2) Sarna Demodécica (Demodicose ou sarna vermelha): Causas, Sintomas e Tratamentos

Sarna Demodécica

 

Causas da sarna em cachorro – demodécica

Os ácaros Demodex canis, que vivem nos folículos pilosos, causam sarna demodécica em cães. Quase todo cão adulto (e humano) os têm sem nunca ser incomodado.

Sarna Demodécica

 

Os filhotes pegam esse ácaro da mãe durante os primeiros dias após o nascimento. A maioria dos filhotes não sofre efeitos adversos, mas alguns desenvolvem sarna. Isso pode ser devido a fatores genéticos ou um sistema imunológico comprometido.

 

Cães mais velhos com sistema imunológico deprimido também podem desenvolver sarna por esses ácaros.

 

Sintomas de sarna em cachorro – demodécica

Existem três formas de sarna demodécica: localizada, generalizada e pododermatite demodécica.

🔸 A demodicose localizada causa perda de pelo como primeiro sinal e, em seguida, manchas vermelhas, às vezes com crostas, no rosto ou nas patas dianteiras. Afeta quase exclusivamente cachorros. Alguns casos – geralmente em cães jovens com predisposição genética para a doença – se transformam em demodicose generalizada;

🔸 A demodicose generalizada causa a mesma pele escamosa e queda de pelos que você vê na sarna localizada, mas pode afetar todo o corpo. A maioria dos doentes são cães jovens, embora um cão mais velho com um sistema imunológico enfraquecido também possa pegá-lo. Os cães mais velhos definitivamente precisam ser levados ao veterinário para descobrir por que seu sistema imunológico não está lidando com os ácaros;

🔸 A pododermatite demodética afeta apenas as patas.

 

Como tratar sarna em cachorro do tipo demodécica?

Diagnóstico e tratamento da sarna demodécica

Ao contrário da sarna sarcóptica, os ácaros que causam a sarna demodécica são fáceis de encontrar com um exame de raspagem de pele feito por um médico veterinário.

Como todos os cães têm esses ácaros, no entanto, apenas uma raspagem de pele não é suficiente para um diagnóstico. O cão também precisa ter sintomas.

Aqui está como seu veterinário pode tratá-lo:

📌 A sarna em cachorro localizada pode desaparecer por conta própria, mas os veterinários podem prescrever um creme ou gel inseticida para acelerar o processo;

📌 A sarna em cachorro generalizada pode desaparecer por si mesma, embora os veterinários geralmente tratem os cães com medicamentos orais ou imersões;

📌 Se a sarna for acompanhada por uma infecção de pele, o que é provável, o cão também precisará de antibióticos;

📌 Estresse e problemas de saúde tornam os cães mais vulneráveis ​​à doença. Alimente seu cão com uma boa dieta, leve-o ao veterinário regularmente e acompanhe a prevenção de pulgas, vermes e dirofilariose. E castrar as fêmeas porque os ciclos de gravidez e de calor são estressantes para o corpo;

📌 Os cães com demodicose localizada têm uma boa chance de recuperação total; alguns cães com demodicose generalizada se recuperam, outros podem precisar de tratamento pelo resto de suas vidas. Quanto mais jovem for o cão, maiores serão as chances de cura total.

 

Sarna Nodoédrica (Sarna felina)

Esta sarna é causada pelo ácaro Notoedres cati, que está intimamente relacionado ao ácaro que causa a sarna sarcóptica, então as duas condições são bastante semelhantes. Os ácaros Notoedres são transmitidos por contato e podem infectar humanos e cães.

Sarna em cachorro Nodoédrica

Esta é uma condição bastante rara. Alguns veterinários nunca viram um único caso, mas é comum em certas regiões. O tratamento é semelhante ao da sarna sarcóptica.

 

Prevenção de sarna em cachorro e quando é hora de consultar um veterinário

visita ao veterinario

 

Não há uma maneira infalível de prevenir a sarna em cachorro, mas existem algumas coisas que você pode fazer:

 

🐶 Castrar ou esterilizar cães afetados para impedi-los de transmitir uma predisposição genética à doença;

🐶 Mantenha o sistema imunológico de seu cão em boa forma para ajudar a protegê-lo contra a sarna demodécica ou acelerar sua recuperação. Alimente seu filhote com uma dieta saudável e fique atento à prevenção de pulgas, vermes e dirofilariose.

 

Se o seu cão está se coçando muito e você não consegue ver nenhuma pulga ou carrapato, uma visita ao veterinário é para verificar se há ácaros. Como qualquer doença, a sarna em cachorro é mais fácil de tratar nos estágios iniciais.

 

Como os sintomas da sarna em cachorro podem imitar outras condições, como alergias e outros tipos de infecções de pele, você precisará de um veterinário para saber com certeza se a sarna é realmente o problema.

 

Siga de perto as instruções do seu veterinário para o tratamento. Não trate seu cão sem consultar um profissional. Você pode facilmente diagnosticar seu cão erroneamente ou fornecer o tipo errado de tratamento e piorar a condição.

 

 – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

 

INSCREVA-SE em nosso canal do Youtube!
https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:
https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:
Instagram: https://instagram.com/dicasboaspracachorro
Facebook: http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

Recomendados Primeiro Para Você: