Tudo sobre a Raça de cachorro Poodle, entenda melhor o seu cãozinho!


Um cão elegante, o cachorro da raça poodle se mostra popular entre todas as classes sociais, apesar de sua fama de “frufru”. Mesmo os poodles de tosa extravagante gostam de se divertir, e mesmo os brincalhões de família com criança precisam ser mimados no cuidado com sua pelagem.

Quer você tenha um ou queira saber mais sobre ele antes de escolher qual cãozinho adotar, reunimos aqui todas as informações que você precisa saber e até curiosidades que você nem imaginava sobre essa raça de cachorro.

Temperamento da raça de cachorro Poodle:

Todos os portes são conhecidos por serem afetuosos e brincalhões, com exceção do Poodle gigante que é mais calmo. Apesar de adorarem brincar não se mostram agitados, quando socializados desde filhotes terão um excelente convívio com outros animais e também com as crianças.

Quais são as características físicas gerais? porte, cor de pelagem, peso, tipo de pelo…?

Os cães da raça poodle são extremamente inteligentes (atrás somente do Border Collie!), elegantes, e proporcionais. Seus olhos são escuros e ovais, e possuem uma expressão alerta.
A inteligência do poodle permite que ele seja facilmente treinado. Os poodles de tamanho normal são mais amigáveis com bebês e crianças, enquanto os miniatura e toy preferem casas mais “calmas”. Poodles de qualquer tamanho adoram atividades físicas e brincadeiras com crianças e adolescentes, e o estereótipo de cachorro de madame cai por terra na primeira poça de lama que ele vê pela frente!

Os poodles possuem quatro portes diferentes: grande (45-60 cm), médio(35-45 cm), anão (28-35 cm) e toy (24-38 cm). O peso varia entre 2kg (toy) até 32kg (grande).  Em todos eles se mostram fiéis companheiros e obedientes, mas como mencionado, os dois menores tem uma preferência pela calmaria e a agitação de crianças e movimentos constantes podem deixá-los estressados.

Sua pelagem é cacheada e densa. Assim como todo cachorro, o poodle solta pelo; no entanto, apesar de o fazer em menor frequência, este fica emaranhado nos pelos próximos, o que pode gerar problemas de pele caso o dono não cuide bem da pelagem. 

Os poodles podem ter várias cores: branco, preto, marrom, prata, avermelhado e mesmo bicolor.

A tosa é essencial nos poodles, assim como nos humanos, o crescimento dos pelos não tem limites então é necessária a tosa para que não se transforme em dreadlock andantes. É recomendado que eles tenham o pelo debaixo da cauda aparado para impedir que as fezes fiquem emaranhadas. Já os pés e o rosto precisam ter pouco pelo, de forma a impedir acúmulo de terra, comida ou sujeira no geral. O acúmulo de pelos na parte interna de suas orelhas pode resultar em um ambiente abafado e propício à infecções por fungos e bactérias caso não seja removido. A atenção aqui é que eles não devem ser arrancados, mas sim tosados.

 

A raça de cachorro poodle é uma raça indicada para crianças?

Não é o melhor dos cães de guarda, mas é capaz de proteger a família caso perceba a tempo uma ameaça. É extremamente brincalhão e se dá bem com crianças e adolescentes, desde que o respeitem e lhe deem um pouco de paz vez ou outra.

Quantos anos vivem os poodles?

Cachorros da raça poodle possuem alta expectativa de vida, podendo viver em média 16 anos, embora o poodle toy apresente expectativas um pouco maiores comparadas às dos demais portes. Quanto maior o porte, menor a expectativa de vida do cão.

 

Cuidados Especiais:

Assim como outros cães caçadores, os poodles são bastante ativos, portanto o ideal é reservar em torno de 60 minutos diários para atividades com eles. Considerando sua inteligência, é uma boa ideia experimentar jogos e brincadeiras mais elaborados para eles, de forma que se sintam desafiados.

Devido à inteligência, os poodles são bem teimosos, então o adestramento é essencial. Felizmente, eles estão dispostos a agradar o dono, desde que você não subestime sua inteligência!

Existe alguma doença frequente na raça de cachorro poodle?

Os cachorros da raça poodle são extremamente saudáveis e como prova disso é uma das raças com maior expectativa de vida, mas isso não o torna imune às doenças. As mais comuns são:

  • Luxação Patelar:

Os menores podem apresentar luxação patelar e nos mais idosos o desenvolvimento da catarata é bem comum, mas o acompanhamento frequente de um veterinário o mantém saudável e bem disposto.

  • Doença de Addison:

Poodles são suscetíveis à doença de Addison, que pode causar deficiência fatal de potássio e sódio. Caso descoberta cedo, a doença pode ser controlada com medicação para vida toda.

  • Torção Grástrica:

A torção gástrica também é um problema congênito, que pode acontecer por gases ou por comer rápido demais. O dono precisa estar sempre atento a demonstrações de incômodo ou de tentativa de vômito do poodle pois, caso não tratada o mais cedo possível pelo veterinário, pode resultar na morte do animal. Esta doença é mais comum no poodle gigante.

  • Displasia de quadril:

Poodles são propensos a desenvolver displasia de quadril, uma má formação nas articulações que causa bastante dor e prejudica sua locomoção. Nesse caso, é necessário uma visita ao veterinário para dar o melhor tratamento possível ao seu melhor amigo!

 

Qual o preço médio dos filhotes de poodle?

Os filhotinhos de poodle podem variar entre R$1.000 e R$6.000, variando de acordo com o porte, e também com a linhagem, sexo e canil e assim como outras raças, pedigree do próprio filhote e/ou dos pais também pode influenciar no preço.

 

Curiosidades:

O poodle também é muito popular em competições caninas, seja pela beleza ou por suas habilidades em provas físicas ou de obediência.

Nos EUA e Canadá, alguns criadores começaram a recriar poodles caçadores, com resultados extremamente positivos. Mesmo os cães miniatura provam-se eficientes em caçar animais pequenos.

 

A História do Poodle:

Uma raça usualmente associada à França, o poodle originalmente veio da Alemanha. Desde cedo, o poodle era um cachorro dos ricos e nobres, criado para auxiliar na caça na água, seja de peixes ou de aves.

Poodles são classificados em quatro tamanhos: gigante, normal (standard), miniatura e toy. Estes dois últimos surgiram em meados do século XVIII como variações do normal, para servirem de companhia. A partir da segunda metade do século XIX, a tosa e coloração extravagante de poodles popularizou-se entre as mulheres ricas da época, solidificando o status da raça poodle como um “cão de madame”. Desde então, a raça passou a ser primariamente um cão de companhia em vez de um caçador.

 

Pontos Positivos de se ter um Poodle

  • Poodles adoram brincadeiras novas.
  • Eles se dão bem com crianças, cães e gatos.
  • São animais inteligentes, fáceis de adestrar.
  • São excelente companhia a qualquer pessoa.
  • Não são especialistas em guarda, mas sabem proteger a família caso percebam uma ameaça.

Pontos Negativos de se ter um Poodle

  • Detestam ficar sozinhos. Podem sofrer ansiedade por separação e descontar nos móveis da casa.
  • Não são tão enérgicos quanto outras raças, mas ainda assim precisam de adestramento e socialização.
  • Não gostam muito de estranhos à primeira vista. Podem ser “ciumentos”.
  • Precisam de atenção especial à pelagem, o dono absolutamente não pode negligenciá-la.

 

 

Fique atento(a) às nossas redes sociais, sempre trazemos novidades e dicas para seu pet 😉

INSCREVA-SE também no canal do Youtube! 

https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:

https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:

https://instagram.com/dicasboaspracachorro

http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

Recomendados Primeiro Para Você: