O uso de coleira em cães: um detalhe que faz toda a diferença!


Sinônimo de posse responsável, o uso de coleira em cães envolve cuidados com o cachorro muito além da ideia de manter as vacinações em dia.

O @dicasboaspracachorro explica a importância do uso de coleira em cães, como isso afeta a convivência em sociedade, os riscos quando o seu uso é preterido e os tipos de coleira mais indicados para o seu cão.

Uso de coleira em cães: muito mais que um acessório!  

 

Cães soltos ficam sujeitos à transmissão de doenças quando em contato com outros cães, além da possibilidade de se envolver em brigas, fugas e acidentes. 

 

alt O USO DE COLEIRA EM CAES3

 

O proprietário do cão também responde pelos danos causados a terceiros (responsabilidade civil), caso o cachorro ataque uma pessoa em resposta a uma agressão.

 

O assunto já virou discussão em projeto de Lei, sujeita à apreciação do Plenário, que visava estabelecer as regras de segurança em vias públicas, incluindo a apreensão do cachorro!

 

alt O USO DE COLEIRA EM CAES

 

A lista inclui cães de porte grande e raças ditas perigosas, cães treinados para o ataque, cães acima dos 25 kg e também conduzidos por pessoas que não tenham condições físicas para o adequado domínio do animal. 

 

Com relação à guia, está deverá ser curta, não extensível e ter o comprimento máximo de 2 m.

 

alt O USO DE COLEIRA EM CAES2

 

Seu cão é adestrado, mansinho e não se depara com pessoas mal intencionadas? Os adestradores também defendem o uso da coleira com uma valiosa ferramenta de comunicação entre o tutor e o cachorro. 

 

O papel da coleira no adestramento e na condução de cães.

 

É na rua que os cães assimilam tudo o que sabem (ou precisam aprender) sobre socialização. Já pensou sobre isso?

 

Passeios favorecem ossos, músculos, evitam o estresse e o sobrepeso, melhoram o condicionamento físico e reação a estímulos externos. 

 

alt O USO DE COLEIRA EM CAES4

 

O uso de coleira em cães garante segurança em sociedade e também para o seu cão, que ficará mais tranquilo.

 

Uso de coleira em cães: qualquer uma serve?

 

Tão importante quando escolher a coleira, é saber como conduzir o cachorro, mas isso é assunto para um outro artigo. 

 

alt O USO DE COLEIRA EM CAES5

 

A escolha da coleira está ligada ao grau de dificuldade na condução do cachorro. E como é o seu cachorro? Ansioso, forte, grande, daqueles que puxa a coleira?

 

Se você está pesquisando sobre coleiras por que deseja um cachorro, temos o artigo certo para você!

 

Coleira é coleira, certo? Errado!

 

Cada coleira sugere um tipo de atividade (condução ou contenção) e se relaciona à intensidade de força da marcha canina.

 

Tipos de coleira: a escolha certa!

 

  • Coleira Plana: é a mais comum de todas. Indicada para cachorros de porte pequeno.

 

  • Coleira com enforcador: seu uso requer moderação para evitar lesões no cachorro. Indicada para cães de porte grande.

 

  • Coleira peitoral: essa coleira cobre o peito do cão, é confortável e segura. Não é indicada para cães de porte grande.

 

  • Coleira retrátil: permite o vai e vem da extensão da guia, é indicada para raças pequenas e locais com pouca movimentação.

 

  • Focinheira: polêmica e obrigatória em algumas regiões, requer atenção na escolha para não prejudicar a saúde do cão. Não é indicada para raças de focinho curto.

 

  • Coleira Anti-puxão: essa coleira passa pelo focinho e pescoço do cão e tem o intuito de educá-lo durante as caminhadas.

 

Se você leu até aqui, temos certeza que os passeios com o seu cão serão mais harmoniosos e frequentes, certo?

 

INSCREVA-SE também no canal do Youtube! 

https://www.dicasboaspracachorro.com.br/youtube

Nosso Blog:

https://www.dicasboaspracachorro.com.br

Siga-nos nas redes sociais:
Instagram: https://instagram.com/dicasboaspracachorro
Facebook: http://www.facebook.com/dicasboaspracachorro

 

Recomendados Primeiro Para Você: